Sobre padrões de beleza

"O que eles querem de mim?" Será que é essa a pergunta que devemos nos fazer? Acredito que a pergunta certa é "O que eu espero de mim?". Diariamente a sociedade nos impõe padrões e, como zumbis, seguimos (ou pelo menos tentamos) esse modo estupido de viver.
Se alguém veste 42 e quer emagrecer pra entrar em um 38, faz dietas absurdas, caminha por horas e horas, fingindo queimar calorias, pra tentar ser algo que eu não é. E, quando percebe que o 'falso' esforço não deu resultados,afoga as 'mágoas' em potes de sorvete, caixas de bombom entre outras coisas que, além de engordarem, são prejudiciais à saúde.
As pessoas deveriam se preocupar em como estão tratando o seu interior. Seu psicologico. Deveriam ler mais, ter prazer em fazer uma boa caminhada, mas não apenas pra queimar calorias e sim para pensar, observar a paisagem, respirar.. Chega de querer ser mais  um boneco de vitrine. Uma marionete sem personalidade que é levada pela maré da sociedade consumista e egocentrica, onde uns fingem se importarem com os outros, mas não estão nem aí. 
Seja livre!  Libertesse dessa prisão de padrões de beleza. Tenha amor pela vida, pela sua vida. Valorize o dia que amanhece e diga "Hoje é o meu dia". Todo dia é o seu dia. Viver vai muito além de existir. Vamos criar um espaço para preencher o vácuo que as revitas de beleza deixam dentro de cada um. Seja o que você quer ser, ou melhor, seja o que VOCÊ É! Vamos ser o que somos. Vamos viver quem somos e aproveitar! E que se danem as modelos esqueléticas das revistas.
Afinal.. -Churrasco sem carne não é churrasco!

Emilie Boeira

Um comentário:

Claudia disse...

Só para constar:
É "Liberte-se"

hehehe

T>Q>M>
I>L>D>
???